Salvador, BA, Brasil
+55 71 3032 0700
emo7ion@emo7iontour.com

Jordânia – de Norte a Sul

Você merece uma grande aventura

Jordânia – de Norte a Sul

Jordânia – De Norte a Sul com Dana e Feynan Ecolodge – (com Guia Brasileiro*)

Onde hoje se situa o território jordano evoluíram parte das civilizações mais antigas do mundo.

Ali, encontram-se cidades perdidas no tempo e aventuras épicas narradas pela literatura mundial.

Este, é um destino obrigatório para ser visitado – pelo menos – uma vez na vida.

Entre os países do Oriente Médio, a Jordânia é um dos mais conciliadores, moderados e abertos ao turismo. Como elemento transversal do Oriente Médio ao longo do tempo, os territórios correspondentes às atuais Jordânia e a Palestina, serviram de ponto estratégico entre África, Ásia e Europa. Desde o início da colonização da raça humana pelo planeta, a geografia da Jordânia desempenhou um papel vital no comércio e nas comunicações, ligando o ocidente ao oriente, o Norte ao Sul.

Além de templos milenares, paisagens exuberantes, o país é dono da maior reserva de cloreto de magnésio do mundo.

É seguro
Ao contrário da maioria dos países da região, a Jordânia é um país muito seguro. A capital Amã não registra qualquer atentado há anos e, na maioria dos lugares de fluxo de público, constata-se sempre uma forte presença policial.

O deserto de Wadi Rum
As belezas naturais da Jordânia são os aspectos mais atrativos para o turismo no país.

Do Mar Morto ao Mar Vermelho, passando pelo deserto entre eles, a natureza oferece diversas paisagens ao longo do território jordaniano. Um dos principais destinos naturais é o deserto de Wadi Rum, considerado Patrimônio Mundial reconhecido pela Unesco.

A área possui um terreno incomum e repleto de cores que chamou a atenção de diversos filmes e documentários cujos roteiros previam analogias com Marte ou com a Lua. Uma das melhores formas de conhecer Wadi Rum é se hospedar em campings organizados dentro do deserto e que permitem uma maior incursão no clima e no espírito do lugar.

A capital da Jordânia é uma cidade grande e excitante, fluxo de muitas migrações.

Para os turistas interessados em história, há lugares na metrópole que remetem ao século 13 a.C, como o topo da cidadela, onde há ruínas gregas e romanas, até os velhos mercados onde se vende de tudo: de comidas a tecidos.

No entanto, Amã não é só passado: ela é também uma cidade moderna com shoppings, restaurantes estrelados e uma noite pulsante que atrai turistas de outros países do Oriente Médio e da Ásia.

Baseada em influências do Mediterrâneo e do Oriente Médio, a comida na Jordânia é uma das excentricidades do país.

Os pratos vão desde o tradicional homus até o ghanoush. Alguns restaurantes incluem carnes em seus pratos, como o mais famoso deles: o mansaf, prato nacional da Jordânia feito de cordeiro, iogurte fermentado, especiarias e arroz.

A história está em todo lugar da Jordânia, mas é em Petra que está o seu apogeu. Uma cidade nabantina antiga que outrora foi o ponto fulcral do comércio entre África, Oriente Médio, Europa e Ásia. Hoje, os viajantes reconhecem nas ruínas do lugar por causa de algumas cenas do filme “Indiana Jones e a Última Cruzada” (1989), que foram filmadas em um dos muitos prédios do local.

Petra, no entanto, vai além da obra cinematográfica: ela é uma vasta cidade que precisa de ao menos dois dias para ser completamente explorada.

Não tão longe de Petra ainda se encontram outros lugares históricos, como o Monte Nebo, onde judeus e cristãos acreditam que Moisés viu a Terra Prometida, o Mar Morto, e Madaba, onde uma igreja guarda o mapa em mosaico mais antigo do Oriente Médio.

Jordânia – De norte a Sul com Dana e Feynan Ecolodge – Com Guia Brasileiro

ROTEIRO

INÍCIO EM AMMAN DIA 30 DE MAIO DE 2020

*Legenda: C=café da manhã; A=almoço; J=jantar; L=lanche de trilha

1º Dia – AMMAN
Chegada ao Aeroporto Internacional de Amã (conhecido como Queen Alia International Airport), recepção e assistência para obtenção do visto grátis e encontro com motorista para traslado ao Hotel em Amã. Check in a partir das 15h. Noite livre e hospedagem.

2º Dia – AMMAN // AJLOUN – Visita ao Castelo // JERASH – Ruínas Romanas // AMMAN (C)
Café da manhã e saída para visita ao Castelo de Ajloum (Qal at Ar Rabad), que foi construído por um dos generais de Saladino em 1184 d.C. para controlar as minas de ferro e impedir a entrada dos Cruzados. Controlava as três rotas principais de entrada na Jordânia, e protegia as rotas comerciais entre a Jordânia e Síria. Em seguida, visitaremos as ruínas de Jerash, que no período do Império Romano era conhecida como Gerasa. Na lista de destinos preferidos da Jordânia, Jerash está em segundo lugar, somente depois de Petra. Jerash tem uma história de presença humana de mais de 6500 anos. É considerada uma das cidades romanas mais preservadas do mundo. As ruínas são imensas e impressionantes com destaque para o Arco de Adriano, Hipódromo, Rua das Colunatas, Teatros e o Museu Arqueológico de Jerash. Após as visitas, retorno para o Hotel em Amman. Noite livre e hospedagem.

3º Dia – AMMAN // MADABA – Igreja de São Jorge // MONTE NEBO // DANA (C, J)
Após o café da manhã, saída para as visitas à Madaba e Monte Nebo. Madaba, é um dos locais memoráveis da Jordânia. Apelidada como a “Cidade dos Mosaicos“, Madaba tem vários locais para visitar, entre eles, a Igreja Grega Ortodoxa de São Jorge. No seu piso há um mapa de mosaicos bizantino do século VI extremamente nítido que mostra a Terra Santa. Seguiremos para visita ao Monte Nebo, Memorial de Moisés no alto de uma montanha com uma fascinante vista do Vale Jordão, Mar Morto, Jericó e Jerusalém. É mencionado na Bíblia como o lugar onde Moisés avistou a Terra Prometida, apesar de nunca ter conseguido chegar até lá, e onde foi enterrado. Foi local de peregrinação dos Cristãos e a primeira Igreja construída foi no século IV para assinalar o local da morte de Moisés. Sua Santidade o Papa João Paulo II, em sua visita à Jordânia rezou uma missa no local. Após a visita, traslado para o vilarejo de Dana. Jantar e hospedagem.

  • Dana é a maior reserva natural da Jordânia, cobrindo cerca de 320 quilômetros quadrados de montanhas e vales (wadis) espetaculares. É Reserva da Biosfera, e contempla quatro zonas biogeográficas distintas, abrigando uma diversidade espantosa de aves, plantas e animais. A área onde está a vila oferece uma linda vista para o cênico Wadi Dana, e está ocupada desde aproximadamente 4.000 aC. Evidências arqueológicas indicam que as civilizações paleolíticas, egípcias, nabateias e romanas foram atraídas para a área pelo solo fértil, fontes de água e localização estratégica. Hoje, a vila é habitada principalmente por clãs da tribo “Al Ata´ata“, que se estabeleceram na área durante o período otomano, cerca de quatrocentos anos atrás, e construíram a vila atual. Ao longo dos anos, muitas das famílias mudaram-se para a aldeia vizinha de Qadissiya, em busca de melhores empregos, escolas e moradias, deixando a vila quase abandonada e com muitas construções em desmoronamento. Graças aos esforços de angariação de fundos da associação “Friends of Dana“, um dinâmico grupo de mulheres em Amã, mais de 70 casas tradicionais de pedra foram restauradas, permitindo que algumas famílias permanecessem na aldeia.

4º Dia – DANA // FEYNAN ECOLODGE (C, L, J)
Café da manhã e início do trekking de nível moderado até o Feynan Ecolodge (14 Km, aproximadamente 5 a 6 horas – Subida 230m / Descida 1140m). A caminhada se inicia aos 1.200 mts acima do nível do mar e segue uma constante descida pelo vale de Dana. Ao longo do caminho, com sorte, poderemos avistar o pequeno – e endêmico – lagarto azul, raposas, ou a pegada de um lobo na poeira. Chegada no ecolodge no final da tarde. Se tiver disposição, saída para uma caminhada para apreciação do pôr-do-sol. Jantar e hospedagem.

*Feynan Ecolodge – Com o conceito e o design inspirados no antigos caravanserais, o Feynan foi construído em 2005 pela Royal Society for the Conservation of Nature e tem como propósito a estadia com impacto mínimo no meio ambiente, e o contato do visitante com os beduínos nativos. Aclamado como um dos 25 melhores ecolodges do mundo pela National Geographic Traveler Magazine, o premiado ecolodge é todo iluminado com velas (mas possui energia solar para uma lâmpada no banheiro e banho quente), oferece gastronomia exclusivamente vegetariana e sem bebidas alcoólicas, e é sem dúvida a experiência ecológica mais desenvolvida de todo o país.

5º Dia – FEYNAN ECOLODGE – Bedouin Experience Coffee // PETRAPetra by Night (C)
Café da manhã e curta caminhada até uma tenda beduína para uma experiência interativa de aproximadamente 2 horas que chamamos de “Bedouin Experience Coffee“. A ideia é oferecer ao visitante a rara oportunidade de conhecer a vida cotidiana dos beduínos nativos, aprender sobre suas atividades diárias, tradições e modo de vida e aprender sobre o estilo de vida sustentável das tribos beduínas tradicionais. O café árabe é uma parte essencial das tradições beduínas, sendo servido em quase todas as ocasiões, incluindo casamentos, funerais ou simplesmente quando a família se reúne à noite. Durante esta experiência, veremos toda a preparação do café, dos grãos sendo moídos até sua preparação no fogo, a etiqueta de como servir e como beber, e escutaremos do Beduíno todas as histórias sobre a importância da bebida e os costumes em seu entorno. Retorno para o ecolodge para check out e traslado para Petra. Tarde livre. A noite, saída para o tour Petra By Night: o caminho todo entre a entrada de Petra e o “Treasury“, chamado de Siq, fica iluminado com milhares de velas. Caminharemos por este “tapete” de velas, e apreciaremos a apresentação de flauta feita pelos beduínos e histórias sobre as lendas em cima da construção de Petra.

6º Dia – PETRA – Visita completa (C)
Após o café da manhã, traslado para Little Petra, de onde começa a caminhada para a visita de Petra “from the back door“, ou seja, com início no monumento ” Monastery” (caminhada total de 12 Km, nível moderado, desde o inicio da trilha, até atravessar toda cidade de Petra). Petra, uma das Sete Maravilhas do Mundo, é o tesouro mais valioso da Jordânia e sua maior atração turística. A cidade foi esculpida na rocha pelos Nabateus, árabes nômades. Berço do povo Nabateu, foi fundada em 312 a.C. e se transformou num eixo importante nas rotas comerciais, caravanas de seda, incensos, e especiarias que ligavam a China e a Índia à Grécia, Roma, Egito e Síria. Petra entrou na mira dos romanos, Pompeu e Herodes, mas só sucumbiu em cerca de 130, quando o imperador Adriano a conquistou. Tempos depois os Nabateus deixaram a cidade depois de um forte terremoto. Petra foi abandonada e esquecida no tempo e na areia. Só os beduínos sabiam encontrá-la no deserto. Até que em 1812, o explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt, amante da cultura muçulmana, se fez passar por um comerciante árabe para conquistar a confiança dos beduínos. Tomando notas e fazendo esboços em segredo escreveu: ” Configura-se que as ruínas de Wadi Musa são a antiga Petra.” A UNESCO descreve Petra como uma das preciosidades do Patrimônio da Humanidade. Faremos a visita completa, em uma caminhada de aproximadamente 6 Km que cruza toda a cidade passando por todas as ruínas, colunas, anfiteatros e finalmente chegando ao seu ponto mais famoso: “The Treasusy“. Após a visita, retorno para o hotel em Petra. Noite livre e hospedagem.

7º Dia – PETRA // WADI RUM – Jeep Tour e Caminhada (C, L, J)
Café da manhã e traslado para o deserto de Wadi Rum. Também conhecido como “O Vale da Lua“, o deserto ganhou fama após o filme Lawrence da Árábia, de 1962. Suas exóticas formações rochosas e sua coloração avermelhada e alaranjada o transformaram no principal cenário para filmes sobre Marte, incluindo o vencedor do Globo de Ouro “Perdido em Marte“, de 2015. Somente a população beduína vive nas areias do deserto. Faremos um Jeep Tour numa pick up 4×4 conduzida por um Beduíno, passando por alguns dos pontos mais belos do deserto, e depois seguiremos até a base da montanha Umm ad Dami, a mais alta da Jordânia, com 1854 mts. Caminharemos até o topo (caminhada de aproximadamente 3 a 4 horas ida e volta, nível moderado com ganho de elevação de aprox. 500 mts em trilha de pedra com alguns trechos de “escalaminhada“). Do topo do país é possível avistar o Mar Vermelho e a Fronteira com a Arábia Saudita. Após a descida, seguiremos para nosso acampamento/lodge beduíno para jantar e hospedagem.

8º Dia – WADI RUM // BETÂNIA – Visita // MAR MORTO (C)
Após o café da manhã no acampamento, check out e traslado para a visita a Betânia. “Betânia do Além Jordão” foi uma antiga cidade da Judeia/Samaria, na margem oriental do Rio Jordão, fora da Terra Santa. De frente para Jericó, é o local onde Jesus foi batizado por João Batista. As impressionantes descobertas arqueológicas entre o Rio Jordão e Tell Al-Kharrar em 1996 identificaram o local como bíblico. Nos dias de hoje pessoas do mundo todo visitam o local para serem batizadas. Sua Santidade o Papa João Paulo II, visitou e rezou no local durante a sua visita a Terra Santa. Após a visita, traslado ao Hotel no Mar Morto. Tarde livre e hospedagem.

9º Dia – MAR MORTO (C)
Café da manhã e dia livre. O Mar Morto está a mais de 400 metros abaixo do nível do mar e é o ponto mais baixo da terra. Suas águas são 10 vezes mais salgadas do que a dos oceanos e por isso é impossível afundar. Experimente boiar em suas águas, provar os conhecidos poderes dos minerais da sua lama sobre a pele, e aproveite para curtir o SPA e toda a infra estrutura do seu hotel. Hospedagem.

10º Dia – MAR MORTO // AMMAN (C)
Café da manhã e, em horário apropriado, traslado ao aeroporto de Amman.

Guia Brasileiro Acompanhante:

*Caio Vilela, 49 anos, é geógrafo, jornalista, fotógrafo e guia de turismo de aventura desde 1992. Conduz roteiros no Nepal e Irã desde 2010, e escreve e fotografa profissionalmente para veículos de mídia como National Geographic, Folha de São.Paulo, Rolling Stone, Estadão e outros. Já produziu reportagens em mais de 100 países para diversas publicações nacionais e estrangeiras. Já esteve em quase todos os países árabes (exceto Arábia Saudita, Kuwait, Iraque, Líbia e Argélia) e por quatro vezes na Jordânia, um de seus destinos favoritos, por conta das paisagens espetaculares, rica cultura e hospitalidade do povo beduíno.

Consulte-nos

EMO7ION

Você merece uma grande aventura!

Especialistas em Turismo Personalizado
TRAVEL DESIGNERS
Viagens Globais Personalizadas
Parceladas em até 12 vezes!
Phones, Cell & Whatsapp
+55 71 3032 0700
+55 71 99204 0661
+55 71 99334 0015
emo7ion@emo7iontour.com
Rua Fernando Menezes de Góes 73, Sala 309
Pituba, 41810 – 700 Salvador, Bahia, Brasil